Segundo um comunicado da agremiação desportiva, assinado pelo seu presidente, Leonel Casimiro, e que a Angop teve hoje acesso, Mário Olegário Ginga fez parte da sua carreira como jogador profissional no Recreativo do Libolo.

Capitaneou a equipa em diversos momentos e foi campeão nacional, assumindo, a posterior, funções na estrutura como treinador das camadas jovens e, como consequência, foi chamando para técnico-adjunto da equipa sénior.

Tendo em conta o percurso vencedor de Mário Olegário Ginga, prossegue o comunicado, “a direcção confia-lhe a gestão da equipa temporariamente, manifestando apoio inequívoco as decisões que tomar”.

O Clube Recreativo e Desportivo do Libolo rescindiu, recentemente, o contrato, por mútuo acordo, com o treinador principal da equipa de futebol, Sérgio Boris Branco.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.