A partida entre Kabuscorp do Palanca e Recreativo do Libolo, marcado para o próximo domingo no estádio nacional da Cidadela em Luanda, é o destaque da 17ª jornada do campeonato angolano de futebol, Girabola 2015.

Estes contendores arrancaram a segunda volta, na passada semana, com resultados diferentes: os palanquinos empataram em casa do Recreativo da Caála (0-0) e a turma do Cuanza Sul recebeu e venceu o 1º de Agosto por 3-2.

Este será o reencontro de Miller Gomes com a equipa onde se sagrou campeão nacional na temporada 2014.

O Recreativo do Libolo lidera a prova com 33 pontos, enquanto o Kabuscorp é o terceiro com 27. Na primeira volta, o resultado final foi um empate a dois golos.

Sábado, no estádio 11 de Novembro, o 1º de Agosto vai receber a Académica do Lobito, partida onde os "militares" vão tentar redimir-se da derrota da primeira volta por 0-2 no estádio do buraco na cidade portuária.

Os rubro-negros, que apostaram tudo na presente temporada para conquistar o título, partem como favoritos, mas vêm de uma derrota em casa de um concorrente direto ao ceptro. A Académica empatou a um golo com o Maquis.

No outro duelo da jornada, o vice-líder da prova, com 29 pontos, Benfica de Luanda, vai ao Bengo no sábado ao encontro do Domant do Bengo (19 pontos) com o fito de repetir o desfecho do primeiro jogo (2-0).

A motivação em continuar no encalço do líder é a maior motivação dos “encarnados", que na semana passada venceram em casa o desportivo da Huíla pelo resultado mínimo. Já o adversário perdeu na Lunda por 2-0.

No mesmo dia, no estádio nacional da Cidadela, haverá o confronto entre homónimos, com o Progresso do Sambizanga, oitavo com 20 pontos, que vem de uma derrota, é visitado pela formação da lunda sul, sexto colocado com 25 pontos, que venceu o seu último jogo. Na primeira volta, os diamantíferos suplantaram os sambilas (2-1).

O Sporting de Cabinda, que atravessa dificuldades administrativas e financeiras, recebe o Interclube, em partida onde a formação visitante vem de uma vitória "gorda" em sua casa. Os "leões", por seu turno perderam por 0-1 em casa do Petro de Luanda. No último confronto que tiveram, registou-se uma goleada de 5-2 a favor dos polícias.

No estádio do Mundunduleno no Moxico, o FC Bravos do Maquis recebe o Petro de Luada, numa altura que os da casa estão com quatros meses de salários em atraso.

Mesmo assim, os maquisardes chegam ao este jogo com um empate fora de casa, enquanto os petrolíferos venceram "apertado" (1-0) em casa. Os Maquis vão procurar desforrar-se do desaire da 1ª mão (1-2).

Os “tricolores”, sétimos com 23 pontos, vão encontrar os maquisardes que têm 19, na décima posição. O Petro de Luanda tem nesta altura o melhor marcador da prova (Jiresse com oito golos), um dos principais reforços do segundo turno do Girabola.

O Sagrada Esperança da Lunda Norte, que sofreu goleada na partida anterior (0-3), vai jogar frente ao ASA, vencedor do Progresso do Sambizanga. Na primeira etapa do girabola o confronto terminou num empate a um golo.

O Desportivo da Huíla defronta no estádio da Tundavala o "lanterna vermelha" Recreativo da Caála. Na primeira vez que se defrontaram nesta época, o resultado foi nulo. Estas formações estão separadas por cinco pontos na classificação, sendo os huilanos 13º com 17 pontos e os visitantes com 12 em último. Na última jornada, o Desportivo perdeu em Luanda por 0-1 e a Caála impôs um nulo ao Kabuscorp.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.