O treinador cabo-verdiano Lúcio Antunes assinou hoje, quarta-feira, em Luanda, um contrato de trabalho de um ano (mais um de opção) com o clube Progresso Associação Sambizanga (PAS), substituindo no cargo o angolano David Dias.

Na cerimónia decorrida num dos hotéis da capital do país, foram protagonistas do acordo, além do técnico cabo-verdiano e seu adjunto, Pedro Brito “Bubista”, o presidente da agremiação angolana, Paixão Júnior, que apontou o quinto lugar como o objetivo da equipa no campeonato de futebol da primeira divisão (Girabola2014).      

«Para que não haja mais especulações estamos a selar o vínculo com o treinador Lúcio Antunes. Os nossos objetivos passam pelo menos por atingir o quinto lugar do Girabola e também queremos ser finalistas da Taça de Angola», realçou.

Após rubricar o vínculo com a formação Sambila, o ainda treinador da seleção cabo-verdiana disse, numa conferência de imprensa, ter aceite a proposta, por ser um novo desafio e um projeto ambicioso, para relançar o Progresso para patamares superiores.

«Já estamos a trabalhar no projeto de corpo e alma para o crescimento da equipa. Aceitei o desafio e pretendemos resgatar o prestígio e relançar a equipa a outros patamares», frisou.

Lúcio Antunes sucede a David Dias no comando técnico do Progresso, depois de ter falhado os cinco primeiros lugares no último Girabola, colocando a equipa na nona posição, com 38 pontos.

O treinador, de 47 anos de idade, tem um novo desafio pela frente no Progresso, depois do sucesso que teve ao serviço dos “Tubarões Azuis” na estreia na Taça de África das Nações (CAN2013), na África do Sul, levando a equipa cabo-verdiana aos quartos-de-final.

O treinador e também controlador de tráfego aéreo estava à beira de fazer história com a seleção cabo-verdiana na última eliminatória de apuramento para o Campeonato do Mundo de 2014, no Brasil, no qual afastou a Tunísia, mas perdeu a possibilidade de ficar entre as dez seleções apuradas para a última eliminatória, por ter utilizado um jogador castigado.

Lúcio Antunes foi contratado pelo PAS para colocar a formação sambila entre os cinco primeiros colocados na tabela classificativa e procurar vencer a Taça de Angola, para marcar presença na próxima edição da Taça da Confederação Africana de Futebol (CAF).

O treinador cabo-verdiano chegou segunda-feira a Luanda para assinar contrato, verificar condições e definir o plantel para os próximos desafios em 2014.

O substituto de David Dias junta-se aos internacionais cabo-verdianos Vozinha e Calú na equipa do Progresso. Em relação ao estágio pré-competitivo, a equipa poderá rumar para a Namíbia, Brasil, Espanha ou Cabo Verde.

Na sua nova equipa técnica, além do conterrâneo Bubista, o treinador vai trabalhar com os adjuntos angolanos Guilherme de Sousa “Matateu” e Mbala José (técnico de guarda-redes).   

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.