Ao marcar o seu 23º golo este domingo na goleada sobre o Interclube, o avançado do 1º de Agosto Gelson, que vai reforçar o Sporting Clube de Portugal, tornou-se no segundo melhor marcador da história do campeonato angolano de futebol da I divisão, atrás de Carlos Alves (29).

O “camisola 27” ainda tem mais duas partidas por disputar, mas já tem o mesmo número de golos que Amaral Aleixo (1991) e Flávio Amado (2001).

Assim, bater o record do antigo ponta de lança do 1º de Agosto é um novo desafio para Gelson, paralelo ao da conquista do título pelos rubro-negros, antes de rumar para o seu novo clube, o Sporting.

A supremacia do goleador militar é tão evidente que tem mais 13 golos do que o segundo colocado da lista – o seu colega Ary Papel (10) – sendo o terceiro Mogo, do Progresso da Lunda Sul (9).

Com oito golos estão Yano (Progresso Sambizanga), Nelito (ASA), Moco do Interclube, Tiago Azulão, Paizinho (Recreativo Caála).

Para chegar à marca de Alves, Gelson precisa de marcar seis golos nos jogos com o ASA, na 29ª jornada, e com o Petro de Luanda, na última.

Na lista dos maiores goleadores do Girabola iniciado em 1979, realce ainda para Jesus (Petro de Luanda) com 21 golos em 1982, e 22 tentos em 1984.

Os goleadores que menos golos apontaram foram Zé Neli (1997, Petro do Huambo) com 12 golos, os mesmos que André do Interclube em 2003.

O atual treinador do 4 de Abril do Cuando Cubango foi o primeiro goleador da prova, na edição inaugural, com 18 tentos. O atual é Yano, capitão do Progresso do Sambizanga, com 13 golos em 2015.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.