Não correu, de todo, bem a passagem de ano a Omar Elabdellaoui, jogador do Galatasaray. O lateral direito norueguês de 29 anos sofreu, na madrugada do primeiro dia do ano, um acidente com a utilização de fogo-de-artifício e acabou por de ser internado num hospital em Istambul.

Informações veiculadas pelo clube e pela imprensa turca esclarecem que o futebolista sofreu queimaduras nas duas mãos e danos graves num dos olhos, que podem mesmo levar à perda parcial de visão, devido ao rebentamento dos objetos pirotécnicos.

Omar Elabdellaoui já recebem, entretanto, as visitas do capitão do Galatasaray, Arda Turan, do treinador Fatih Terim e do vice-presidente Abdurrahim Albayrak,

O médico responsável do hospital de Istambul revelou que o jogador já foi operado, não correndo risco de vida, mas acrescentando que deverá ser submetido a uma nova intervenção cirúrgica em breve.

"Ele veio para o nosso hospital por volta das 00h00 com feridas em ambos os olhos, sobretudo num deles. Fizemos os testes necessários. Tratei dele com um cirurgião plástico e com a equipa oftalmológica. Ele está agora no seu quarto e o seu estado é bastante bom em comparação com ontem, mas necessitará de uma nova operação. Não temos uma decisão sobre o olho, para já. Sábado faremos uma nova avaliação", referiu.

O presidente do Galatasaray, Mustafa Cengiz, também visitou o jogador e destacou que, embora Elabdellaoui esteja “bem disposto”, é preciso “manter a fé” e esperar “uma ou duas semanas” para perceber melhor o quadro clínico do defesa e extremo de 29 anos.

No Galatasaray desde o início da presente temporada, vindo do Olympiacos, Omar Elabdellaoui soma até ao momento 13 jogos com a camisola da formação turca.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.