O Argentino de Merlo recebeu e venceu o El Porvenir por 2-0 e a partida, referente à quarta divisão do campeonato argentino, ficou marcada por incidentes nas bancadas, protagonizados pelo presidente da equipa visitante.

Na cidade de Merlo, Enrique Merelas conseguiu arrancar o microfone das mãos do jornalista, ao qual ainda o acusou de ser “drogado”. Tudo aconteceu antes do apito inicial.

O dirigente ainda arrancou o microfone das mãos do jornalista do 'Mundo Porvenir', mas um segurança presente nas bancas, ao lado dos adeptos, interveio para serenar os ânimos.

Veja o vídeo

“Esta não é a primeira vez que nos ataca. Ficou premeditadamente por debaixo da tribuna para nos criticar. Ele [Enrique Merelas] sabia que eu estava lá e sabia o que poderia acontecer", disse Walter Correa, de 50 anos, em declarações ao TN Deportivo .

O jornalista explicou ainda que nos últimos dez anos só consegue cobrir os jogos da equipa quando esta joga como visitante, uma vez que está proibido de entrar no clube.

“O presidente nega o acesso porque vê-nos como adversários ”, diz o jornalista que levará o caso a tribunal.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.