A esta Taça, o FC Barcelona deverá juntar a Liga, já na jornada do fim-de-semana, preparando-se depois para o "jogo do ano", a final da Liga dos Campeões, dia 27, contra o Manchester United.

A Taça escapava ao "Barça" há 11 anos (desde 1998), mas hoje o seu 25º troféu na competição acabou por ser mais fácil que o esperado, apesar de terem sido os bascos a adiantarem-se no estádio Mestalla, em Valência.

Aos nove minutos Toquero, de cabeça, após canto, abria o marcador, mostrando mais uma vez as fragilidades da defesa da equipa de Guardiola, em bolas paradas.

Ainda antes do intervalo Touré empatou, aos 31 minutos, e depois o domínio foi totalmente da equipa da Catalunha, que marcou por três vezes: aos 54, por Leo Messi, aos 58, por Bojan, e aos 64, por Xavi.

Com um estádio repleto de bascos e catalães, nota ainda para o facto do hino espanhol, tocado no início na presença da família real espanhola, ter sido acompanhado por uma forte assobiadela.

O FC Barcelona pode ser campeão de Espanha já no sábado, se o Real Madrid não bater o Villareal. Se os "merengues" ganharem, a festa fica adiada para Maiorca, onde lhe basta um ponto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.