O Real Madrid cedeu hoje os primeiros pontos na Liga espanhola de futebol e entregou a liderança ao FC Barcelona, ao empatar em casa com o Osusuna (1-1), num jogo em que o regressado Benzema falhou um penálti.

Em embate da sétima ronda, o internacional francês, ausente dos últimos três jogos dos ‘merengues’ por lesão, não teve um regresso feliz, já que falhou um castigo máximo, aos 79 minutos, ao atirar para fora.

Depois de seis vitórias consecutivas, o Real Madrid só somou, assim, um ponto, ficando com 19, os mesmos do FC Barcelona, que no sábado venceu por 1-0 em Maiorca, com mais um golo de Robert Lewandowski, e tem vantagem nos golos (19-1 contra 18-7).

O Osasuna, que está a ser a equipa ‘sensação’ da I Liga nestas primeiras sete jornadas, seguindo em sexto lugar com 13 pontos, os mesmos do quinto, o Atlético de Madrid, deu uma forte réplica aos campeões, mesmo reduzido a 10 a partir do minuto 78, por expulsão do central Unai Garcia, na sequência do penálti que cometeu.

O Real Madrid foi a primeira equipa a marcar, aos 42 minutos, por Vinícius Júnior, com um pontapé de meia distância que surpreendeu o guarda-redes Sergio Herrera, mas o Osasuna empatou no início da segunda parte, ao minuto 50, pelo avançado Kike Garcia, de cabeça, no coração da área, depois de um cruzamento de Unai Garcia.

De referir ainda um golo não sancionado ao Real Madrid, aos 83 minutos, por posição irregular de Karim Benzema, após intervenção do videoárbitro (VAR).

Antes, o Espanyol empatou em casa a dois golos com o Valência, em cujo ‘onze’ alinharam dois internacionais sub-21 portugueses, o lateral direito Thierry Correia, que jogou os 90 minutos, e o médio André Almeida, ex-Vitória de Guimarães, que foi substituído aos 73, por Nico.

O Espanyol segue em 16.º lugar, com cinco pontos, enquanto o Valência é nono classificado, com 10.

O Celta de Vigo recebeu e venceu o Betis por 1-0, graças ao golo solitário do médio Gabriel Veiga, aos nove minutos, mas houve um acontecimento, a expulsão do central italiano Luiz Felipe, logo ao minuto 20, que teve influência no resto do jogo.

Essa expulsão forçou, desde logo, o treinador do Betis a meter outro central, German Pezzela, mas isso equivaleu ao sacrifício de um médio, justamente o internacional português William Carvalho, que saiu aos 22 minutos.

Do lado dos galegos, o internacional português Gonçalo Paciência iniciou o jogo no banco, mas foi lançado em campo aos 55 minutos, a render o avançado norueguês Jorgen Larsen.

O Betis estava a fazer um excelente campeonato, mas este ‘tropeção’ em Vigo custou-lhe um lugar na tabela classificativa, descendo para quarto lugar, por troca com o Athletic, ao passo que o Celta está bem mais abaixo, em 10.º lugar, com 10 pontos.

Finalmente, a Real Sociedad, atual sétimo classificado, com 13 pontos, e uma das equipas que luta habitualmente pelos lugares cimeiros da tabela, foi à Catalunha vencer o Girona, 13º, por 5-3, num embate em que esteve a perder por 2-1 e 3-2.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.