Seguem em bom ritmo as negociações entre Barcelona e Juventus para a troca entre Nélson Semedo e Pjanic. Um negócio que, a concretizar-se, trará benefícios financeiros para os dois clubes e que poderá ter como principal prejudicado...o Benfica.

O jornal 'Mundo Deportivo' explica na sua edição deste domingo que , para a Juventus, esta será uma oportunidade de amortizar 6,4 milhões de euros referentes à contratação de Pjanic, que chegou a Turim vindo da Roma em 2016 por 32 milhões de euros. Já o Barcelona poderá escapar à obrigação de pagar mais cinco milhões de euros ao Benfica pelo jogador, visto ter ficado acordado, aquando da contratação do internacional português às 'águias', o pagamento desse valor por cada 50 jogos oficiais disputados, com 45 ou mais minutos em campo, pelo lateral durante a duração do contrato.

Com essa cláusula o Benfica já encaixou por uma vez mais cinco milhões de euros extra e estava perto de voltar a garantir esse bónus, dado que Nélson Semedo se encontra a apenas sete jogos de completar nova série de 50 encontros pelos 'blaugrana'. Esse bónus poderá agora, contudo, vir a escapar às 'águias', perante este iminente acordo entre Barcelona e Juventus e face ao interregno competitivo ditado pela COVID-19.

A mesma publicação ressalva, contudo, que Nélson Semedo dará preferência a uma mudança para Inglaterra e para a Premier League, sendo também público o interesse do Manchester City, que pretende envolver outro lateral português ex-Benfica, João Cancelo, num eventual negócio com os catalães.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.