Não é novidade o tema da possível saída de João Félix do Atlético de Madrid. O avançado português não soma os minutos que gostaria nos 'Colchoneros' e procura uma nova vida futebolística, apesar de até estar de pé quente nos últimos jogos.

Frente ao Cádiz e ao Espanyol foi um total de três golos marcados que, ainda assim, não são suficientes para esconder o mau momento da equipa.

Com um aparente divórcio falado entre o treinador e o internacional português, vários foram os clubes apontados a João Félix. Paris SG parece estar na 'pole position' e a posição do conselheiro para o futebol Luís Campos parece estar a ser determinante nesse processo.

A questão que dificulta uma transferência do camisola 7 foi mesmo o valor gasto pelo Atlético de Madrid na sua contratação. Na altura, foram 125 milhões pagos pelo avançado do Benfica.

De acordo com Fabrizio Romano, jornalista italiano especialista em mercado de transferências, existe ainda uma confiança do clube no jogador para o futuro, que apenas pondera um transferência pelos... 125 milhões gastos em 2019.

"O Atlético só concordará em libertá-lo se for feita uma oferta de 125 milhões de euros. Uma soma demasiado elevada para o Manchester United. Pela sua parte, o PSG ainda não tomou uma decisão", explicou Fabrizio, frisando que ainda não houve qualquer proposta oficial.

Na presente temporada, Félix disputou 17 jogos e apontou três golos. O avançado português tem contrato com o emblema madrileno até 2026 e uma cláusula de rescisão astronómica de 350 milhões de euros.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.