O avançado russo Fedor Smolov e o extremo dinamarquês Pione Sisto, dois futebolistas que saíram de Espanha sem autorização do Celta de Vigo, durante o confinamento devido à COVID-19, estão de regresso ao país.

Os dois internacionais já estão em Vigo e na quarta-feira deverão realizar testes clínicos, antes de um regresso aos treinos.

Sisto viajou para a Dinamarca no final de março sem autorização do clube espanhol, e, uma semana mais, tarde Smolov fez o mesmo, seguindo viagem para a Rússia, apesar das recomendações para que ficasse em Vigo.

Os dois jogadores estão ‘convocados’, bem como o restante plantel e equipa técnica do Celta de Vigo, para efetuarem os testes que precedem o regresso aos treinos, marcado para segunda-feira (11 de maio), no centro de treinos do clube.

Smolov e Sisto terão, no entanto, um planeamento diferente dos restantes, com o médico do clube e também da seleção, Juan José García Cota, a indicar que ambos terão que passar por uma quarentena preventiva antes de trabalharem em grupo.

O russo e o dinamarquês são os únicos atletas do plantel a viverem sozinhos em Vigo, sem qualquer familiar ou pessoa de confiança.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de COVID-19 já provocou mais de 250 mil mortos e infetou mais de 3,5 milhões de pessoas em 195 países e territórios. Mais de um milhão de doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.