A Real Sociedad vai permitir o regresso aos treinos a partir de terça-feira dos futebolistas da equipa principal, com os quais chegou a acordo para uma redução salarial de 20%, anunciou hoje o clube da liga espanhola.

O clube de San Sebastián reabrirá as instalações de Zubieta aos jogadores que pretendam seguir um plano individual de treino, na sequência da suavização das restrições impostas pelo prolongamento do estado de emergência em Espanha, no âmbito do qual será permitida a retoma de atividades não essenciais.

A Real Sociedad, quinta classificada da liga espanhola antes de a prova ter sido suspensa devido à pandemia de covid-19, anunciou também um acordo com os jogadores para uma redução salarial de 20%, caso não seja possível regressar à competição na época 2019/20 e de 5% se for possível concluir o campeonato e a Taça do Rei.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da COVID-19, já provocou mais de 103 mil mortos e infetou mais de 1,7 milhões de pessoas em 193 países e territórios. Dos casos de infeção, mais de 341 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia, e o continente europeu é neste momento o mais atingido, com cerca de 870 mil infetados e de 71 mil mortos.

Depois da Itália, a Espanha é o país europeu mais afetado, com um total de 16.353 mortes, entre 161.852 casos de infeção confirmados até hoje.

Em Portugal, que está em estado de emergência desde 19 de março e até ao final do dia 17 de abril, registaram-se 470 mortes e 15.987 casos de infeções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.