Os seis elementos do Espanyol que registaram resultado positivo no teste à covid-19 já receberam alta médica e encontram-se em quarentena, confirmou hoje à agência EFE fonte do clube da liga espanhola de futebol.

O clube catalão, que conta os ex-benfiquistas Sébastian Corchia, Raúl de Tomás e Facundo Ferreyra, o último ainda ligado contratualmente às ‘águias’, revelou o número de infetados em 17 março, mas sem nunca adiantar os nomes.

De acordo com a mesma fonte, cinco dos elementos que foram infetados eram atletas e um membro da equipa técnica, tendo sido o último a receber alta médica.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia de covid-19, já infetou mais de 865 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 43 mil. Dos casos de infeção, pelo menos 165 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Em Portugal, que está em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 02 de abril, registaram-se 187 mortes e 8.251 casos de infeções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.