Cristiano Ronaldo vive momentos difíceis em Espanha . Depois de ter sido acusado de fraude fiscal, por alegadamente não ter declarado cerca de 14,7 milhões de euros, o craque viu-se envolvido em nova polémica. No último domingo, o número 7 do Real Madrid, brilhou ao ter apontado um golaço na vitória do Real Madrid por 3-1 frente ao Barcelona, na primeira mão da Supertaça de Espanha, mas acabou expulso. Descontente com a decisão empurrou o árbitro da partida.

Ronaldo acusado de fraude fiscal de 15 milhões
Ronaldo acusado de fraude fiscal de 15 milhões
Ver artigo

Fuga ao fisco

Foi um das notícias que incendiou o início do verão. Cristiano Ronaldo foi acusado formalmente pelo Ministério Público por fraude fiscal, depois de forma "consciente", de acordo com as autoridades espanholas, ter criado uma sociedade para defraudar o fisco espanhol em 14,7 milhões de euros.

Na base da acusação estão os direitos de imagem do jogador português ao serviço do Real Madrid desde 2009 e que, desde 1 de janeiro de 2010, é considerado residente fiscal em Espanha.

As acusações do ministério público espanhol irritaram o craque português. E Ronaldo chegou a equacionar a sua continuidade em Espanha, desiludido com as notícias que surgiram na imprensa espanhola e depois de alguns dirigentes merengues o terem aconselhado a fazer um acordo com o fisco espanhol, pagando a multa, o que revoltou o dianteiro.

Também alguns 'provocações' das autoridades espanholas terão revoltado o jogador português. Durante as férias, a sua embarcação de luxo foi abordada por três agentes da autoridade, que chegaram para investigar o barco.

Iate de Ronaldo investigado pela autoridade tributária espanhola
Iate de Ronaldo investigado pela autoridade tributária espanhola
Ver artigo

O avançado chegou a afirmar em círculos mais próximos que não iria permanecer em Madrid. E a imprensa já dava conta de um possível saída do craque para o PSG.

Ronaldo reconsiderou abandonar Espanha

Contudo, depois das declarações de Florentino Pérez, em que o presidente do Real Madrid se mostrou estar ao lado do português, Cristiano Ronaldo reconsiderou a decisão e mostrou-se disposto a pagar a dívida fiscal, por não ter declarado os seus direitos de imagem entre 2011 e 2014.

Ronaldo reconsidera saída do Real Madrid após palavras de Florentino Pérez
Ronaldo reconsidera saída do Real Madrid após palavras de Florentino Pérez
Ver artigo

Polémica na Supertaça de Espanha - Ronaldo suspenso por cinco jogos

Depois de uma aparente bonança, regressou a tempestade, com CR7 a ver-se envolvido em nova polémica. Desta feita dentro de campo, em partida da supertaça espanhola frente ao Barcelona.

No último domingo, após ter visto um primeiro cartão amarelo por ter retirado a camisola, no momento dos festejos do seu primeiro golo - um golaço por sinal- O português foi expulso depois de ter supostamente simulado uma grande penalidade. Descontente com a decisão, o Ronaldo empurrou o juiz Ricardo De Burgos Bengoetxea.

No relatório, o árbitro da partida escreveu que CR7 o tinha empurrado "ligeiramente, descontente com a decisão". O melhor do mundo foi assim punido com cinco jogos: Um jogo devido à expulsão e mais quatro jogos devido ao empurrão ao árbitro. O craque vai falhar, se o castigo de mantiver, os duelos frente ao Barcelona da segunda mão da supertaça de Espanha (que se joga já esta quarta-feira), Corunha, Valência, Levante, Real Sociedad.

Real Madrid recorreu do castigo

O clube merengue recorreu do castigo, alegando que o segundo cartão amarelo dado ao português foi injusto. O comité de apelo da Federação espanhola de futebol vai dar a conhecer esta quarta-feira a decisão sobre o recurso do Real Madrid.

Avança a imprensa espanhola, que em princípio, o português pode ver reduzido o castigo em um jogo, mas só pela anulação do segundo amarelo, que resultou de uma suposta simulação de penalti numa ação com Umtiti.

Mas, jornal Mundo Desportivo adianta que será "altamente improvável" que a punição que resultou do empurrão do árbitro seja reduzido.

Contudo, o Real Madrid quer que o segundo amarelo seja retirado a Cristiano Ronaldo para que o mesmo possa jogar esta noite no Bernabéu, no jogo da segunda-mão frente ao Barcelona. Uma eventual despenalização teria um efeito imediato, aplicando-se os restantes quatro encontros nas quatro primeiras jornadas do campeonato.

Real tenta colocar o castigado Ronaldo em campo frente ao Barça esta noite
Real tenta colocar o castigado Ronaldo em campo frente ao Barça esta noite
Ver artigo

Ainda que possa jogar com o Barcelona, o craque pode comprometer o início de época, já que irá falhar, ao que tudo indica, os primeiros quatro embates da La Liga. Este volte face poderá fazer o craque repensar a sua continuidade futura em Espanha. Desportivamente falando, CR7 tem tudo para assegurar a quinta Bola de Ouro, depois de ter conquistado a Liga Espanhola e a Liga dos Campeões na época passada ao serviço do emblema merengue.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.