"Vou-me embora de Madrid, não há volta a dar". Terão sido estas as palavras de Cristiano Ronaldo quando confessou aos companheiros da Seleção que queria deixar o clube 'merengue'. De acordo com a imprensa espanhola, a situação, contudo, parece estar a mudar.

O jornal espanhol 'As' dá conta que o internacional português terá sido informado sobre as declarações de Florentino Pérez, presidente do Real Madrid, em que defendeu o jogador das acusações de fraude fiscal. Nesse sentido, o avançado terá confessado a alguns companheiros da Seleção que "gostou muito" das palavras do dirigente e que considerou aquela atitude "muito positiva".

Nesse sentido, revela a mesma publicação, Ronaldo estará agora a reconsiderar a sua saída do clube 'merengue', embora queira esperar pelo fim da Taça das Confederações para resolver a situação pessoalmente com Florentino Pérez.

Em entrevista à rádio 'Onda Cero', o presidente do Real Madrid mostrou estar do lado do português. "Tem muita personalidade e é solidário. Desenvolve um trabalho social que as pessoas não conhecem. É forte dentro e fora do campo. Tenho a certeza de que não faltou ao cumprimento dos seus deveres fiscais. Suponho que tenha havido uma confusão. Pode ter havido interpretações erradas", disse.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.