O grande embate entre Real Madrid e Barcelona, sem dúvida, reúne os maiores nomes do futebol mundial. Em dia de mais um El Clásico apresentamos algumas das estrelas que estarão em cartaz:

Lionel Messi (Barcelona): O atual ‘Melhor jogador do Mundo’ é o maior artilheiro da história do El Clásico na La Liga com 18 golos (26, se contarmos todas as competições), o mais jovem a marcar um hat-trick na história do dérbi diante do Real Madrid - com 19 anos - e o melhor fornecedor de assistências na história do El Clásico (14 em todas as competições).

Karim Benzema (Real Madrid): É o número 9 do Real há mais de uma década (uma passagem quase sem precedentes neste nível do futebol mundial). Benzema começou como titular em todos os clássicos que disputou na La Liga desde que ingressou no Real Madrid, em 2009. O francês marcou recentemente o seu 250º golo pelo clube e está em quarto lugar entre os maiores artilheiros da história merengue.

Gerard Piqué (Barcelona): Poucos jogadores poderiam representar o clube catalão mais do que Piqué, que subiu das bases do clube e é uma pedra no centro da defesa desde que voltou de uma curta passagem por Inglaterra em 2008. Já enfrentou o Real Madrid mais vezes do que qualquer outro clube (39) com um histórico forte: 18 vitórias, 10 empates e 11 derrotas.

Frenkie de Jong (Barcelona): Com a chegada de Koeman - que foi seu treinador na seleção holandesa - o jogador de 23 anos passou a ocupar o centro das atenções no meio-campo do Barcelona. Contratado ao Ajax na temporada passada por 75 milhões de euros, De Jong foi escolhido pela lenda Xavi Hernandez por ter o "DNA do Barça" e segue a longa tradição do clube de meio-campistas habilidosos e tecnicamente talentosos.

Luka Modric (Real Madrid): Vencedor da ‘Bola de Ouro’ em 2018 e eleito melhor jogador do Mundial nesse mesmo ano, Modric tem estado no topo do futebol mundial durante a maior parte da última década. Centro criativo da equipe de Zinedine Zidane, o croata continua a ser uma peça fundamental na equipa, apesar dos 35 anos.

Antoine Griezmann (Barcelona): O vencedor do Mundial com a França teve uma primeira temporada de altos e baixos no Barcelona, ​​mas quer reestabelecer-se como um dos melhores jogadores do futebol mundial. O talento está lá, o que levou o Barcelona a gastar 120 milhões de euros para trazê-lo do Atlético de Madrid no último verão.

Thibaut Courtois (Real Madrid): Um dos melhores guarda-redes do futebol mundial, o belga ganhou o prémio Zamora de melhor guardião da La Liga três vezes: em 2013 e 2014 (com o Atlético de Madrid) e na temporada passada, quando sofreu apenas 20 golos em 34 jogos. Recebeu ainda a luva de ouro no Mundial de 2018 para o melhor guarda-redes da competição.

A estes jutam-se ainda uma infinidade de superestrelas globais como Sergio Busquets, Marcelo, Toni Kroos, Dembélé, Eden Hazard, Marc-Andre ter Stegen, entre muitos outros.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.