O futebolista internacional espanhol José Antonio Reyes, que representou o Benfica, morreu hoje, aos 35 anos, vítima de acidente de viação, informou o Sevilha, clube no qual o avançado iniciou a carreira.

O acidente que vitimou Reyes e um primo do avançado espanhol, de 23 anos, e deixou ferida com gravidade uma terceira pessoa, ocorreu às 11:40 (10:40 em Lisboa), numa autoestrada entre Sevilha e Utrera, localidade onde nasceu, tendo o carro em que circulava sofrido um despiste, incendiando-se de seguida, de acordo com a agência EFE.

Segundo as primeiras informações avançadas pela imprensa espanhola, o excesso de velocidade terá sido a causa do acidente de viação que esta manhã vitimou Reyes, um primo, de 23 anos, e ainda um amigo.

O avançado espanhol conduzia um Mercedes Brabus S550 de 380 CV, pela Auto-estrada 376, que liga Sevilha a Utretra, quando pelas 10h40 [hora de Portugal Continental], ao quilómetro 17, o seu carro saiu da sua via de circulação e capotou várias vezes, acabando o veículo por se incendiar momentos depois.

Na viatura seguiam, para além de Reyes, um primo, de 23, e ainda Juan Manuel Calderón, um amigo. Os dois primeiros morreram no local; o terceiro saiu do carro pelo seu próprio pé, mas faleceria horas depois, com queimaduras em 60 por cento do corpo.

O Diário de Sevilla adiantou que a viatura que transportava estas três vítimas terminou em chamas, sendo que o corpo do jogador, assim como o do primo, estavam totalmente carbonizados, quando a polícia e os bombeiros chegaram ao local do acidente.

A Guarda Civil espanhola já abriu uma investigação para apurar as causas do acidente.

Reyes, que atuou esta temporada no Extremadura, da segunda divisão espanhola, jogou no Benfica na época 2008/09, por empréstimo do Atlético de Madrid, tendo disputado 35 jogos e marcado seis golos ao serviço da equipa lisboeta, pela qual conquistou a Taça da Liga, tendo marcado um golo na final, frente ao Sporting.

O avançado, que tem 21 internacionalizações pela seleção de Espanha, nas quais marcou quatro golos, conquistou por cinco vezes a Liga Europa e venceu uma Supertaça europeia, tendo-se ainda destacado no Arsenal, no qual conquistou um título de campeão inglês e uma Taça de Inglaterra.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.