Florentino Pérez teve de prestar contas aos acionistas do Real Madrid, onde abordou vários temas, entre eles, a venda de Cristiano Ronaldo.

O presidente do Real Madrid explicou que CR7 queria deixar Bernabéu e que o negócio com a Juventus foi o melhor que conseguiu.

"O Cristiano Ronaldo queria sair, por motivos pessoais, e acabámos por aceitar a proposta da Juventus, por um valor bastante inferior à cláusula de mil milhões, porque, verdade seja dita, também não tivemos mais propostas por ele. Ninguém dava mais que 100 milhões de euros por ele", disse o líder dos merengues, citado pelo 'OK Diario',

Nesse encontro dos acionistas do Real Madrid que antecede a assembleia geral deste domingo, Florentino Pérez deixou rasgados elogios ao melhor marcador da história do clube.

"Estamos-lhe gratos pelo que fez aqui. Foi o melhor desde Di Stéfano e esta será sempre a sua casa", disse, citando o 'OK Diario' que cita fonte presente na reunião.

Florentino Pérez também falou da opção de vender Cristiano Ronaldo apenas por 117 milhões, bem abaixo da sua cláusula de rescisão, que era de mil milhões de euros.

"Estipulamos estas cláusulas aos jogadores como forma de dissuasão de potenciais interessados. Não estamos à espera que alguém pague esse valor por um jogador", justificou Florentino.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.