Roberto teceu críticas à imprensa portuguesa e considerou que as constantes críticas que recebeu acabaram por ditar o seu insucesso no Benfica. 

«Geraram-se dúvidas na pré-temporada e isso levou a um ataque direto da imprensa à minha pessoa. Ao príncipio estranhei que tal acontecesse, mas depois percebi que eram de extremos, para o mal ou para o bem. Era a galinha dos ovos de ouro para a imprensa portuguesa», afirmou ao jornal AS o atual guarda-redes do Saragoça.

Contratado ao At. Madrid por 8,5 milhões de euros em 2010 e vendido por 8,6 milhões ao Saragoça, num negócio que gerou bastante polémica, o guardião espanhol lamentou ainda que por vezes as críticas viessem dos próprios colegas.

«Não é bom ver as nossas falhas relatadas na comunicação social. Dentro do campo, lembro-me de uma ou outra crítica de um colega de equipa, mas somos profissionais e devemos saber suportar o elogio e a crítica. Aprendi com a aquela experiência», frisou.

Roberto explicou ainda as razões que o levaram a optar pelo Benfica no verão de 2010: «O Benfica, com o estuto de campeão e estando na fase de grupos da Liga dos Campeões, levou-me a pensar: 'Deve ser um bom sítio para mostrar a mim mesmo que posso ser alguém no mundo do futebol».

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.