“A equipa segue-me e sinto que vamos conseguir algo porque acredito muito nesta gente. Mas se não o conseguirmos... é desporto”, analisou o técnico dos “blaugrana”.

Guardiola lembrou ainda que este “momento difícil” só acontece porque esperam muito do Barcelona: “Aqui o nível de exigência é muito grande e os jogadores são demasiado bons para que me venham com desculpas. Não me vão convencer”.

Contudo, o Barcelona permanece na liderança da Liga Espanhola com 58 pontos, seguido do Real Madrid com 56 e Valência com 46.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.