O Espanyol revelou ter identificado 12 adeptos implicados nos insultos racistas a Iñaki Williams, futebolista do Athletic Bilbau, no encontro de sábado da Liga espanhola.

O avançado do conjunto basco foi substituído no encontro que terminaria empatado 1-1 sendo que, após sair do campo, um grupo de apoiantes dos anfitriões dirigiu-lhe insultos, imitando sons de macacos.

“Os adeptos devem vir aos jogos para apoiar a sua equipa e não para se meterem com os adversários, sobretudo com insultos racistas que estão completamente desajustados. As pessoas que fazem isso deviam ficar em casa e não vir ao estádio. É uma vergonha que hoje em dia isto ainda aconteça”, lamentou o jogador, no final do encontro.

Os 12 implicados estavam fora da zona da claque, sendo que nove são sócios e três compraram bilhete para este encontro.

O Espanyol, que admite a possibilidade de expulsar estes associados, comunicou que vai enviar o relatório à Comissão de Disciplina Social, que tomará medidas após analisar a situação.

O clube catalão vai igualmente ceder os dados às entidades policiais, caso exista alguma responsabilidade penal.

“Temos de acabar com isto”, escreveu Iñaki Williams nas redes sociais, horas mais tarde.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.