Javier Tebas, presidente da liga espanhola, abordou a atual situação de Gerard Piqué, jogador que tem sido bastante contestado depois de ter assumido o seu apoio à causa catalã no referendo pró-independência daquela região.

"Se [Piqué] não é independentista e está a jogar é porque sente as cores", referiu Tebas.

O dirigente defende ainda que os jogadores "devem ter um sentimento pelo país e pela nação" para poderem fazer parte da seleção. «Se não o tens, não há razão para vir", acrescentou Tebas.

"Se não o tens, não há razão para vir", concluiu.

Piqué, recorde-se, foi assobiado por alguns adeptos durante as sessões de treino de Espanha, na preparação para o jogo com a Albânia, referente à qualificação para o Mundial de 2018.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.