Um tribunal de Madrid rejeitou hoje uma providência cautelar apresentada pela Liga de clubes espanhola de futebol, o que deverá inviabilizar a realização do jogo Villarreal-Atlético de Madrid em Miami, em 06 de dezembro.

O juiz considerou que a Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) fundamentou devidamente os motivos pelos quais se opunha à realização do encontro fora do país e do continente europeu.

O diferendo entre a RFEF e a Liga, que já tinha visto a justiça rejeitar uma providência semelhante quando, na época passada, tentou realizar em Miami um jogo entre o Girona e o FC Barcelona, deverá ser julgado em fevereiro de 2020.

A liga espanhola criticou a RFEF por se opor à realização de partidas nos Estados Unidos e, simultaneamente, jogar no estrangeiro encontros das competições que organiza, como a Supertaça de Espanha, que na época passada se realizou em Marrocos e na atual vai disputar-se na Arábia Saudita.

A RFEF considerou que jogar uma partida do campeonato no estrangeiro afetará os outros 18 clubes da competição.

O Real Madrid e o FC Barcelona também manifestaram oposição à realização do encontro, por entenderem que o Atlético de Madrid seria beneficiado por jogar em campo neutro e não na ‘casa’ do Villarreal.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.