2017 está a chegar ao fim e Leo Messi está no topo dos melhores marcadores do ano cívil com 54 golos, mas que podem não ser suficientes para ser o melhor marcador do ano. O argentino marcou um dos golos na vitória do Barcelona sobre o Real Madrid por 3-0 e ganhou mais distância para os restantes.

Apenas um jogador pode por em causa o galardão para o argentino. Harry Kane, avançado do Tottenham, soma 50 golos em 2017 e pode ultrapassar Messi, uma vez que ainda tem dois jogos para disputar até dia 31. Para tal, o inglês precisa de cinco golos para ultrapassar Messi. Para já, está no top cinco que conta com um empate a três pelo segundo lugar entre Lewandowski, Ronaldo e Cavani (53 golos).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.