Leonel Messi já não vai cumprir pena de prisão por evasão fiscal. Um tribunal de Barcelona aprovou a substituição da pena de prisão de 21 meses do astro argentino por uma multa de 252 mil euros. O jogador tinha sido acusado de fraude fiscal e tinha três penas de prisão de sete meses.

A sentença, divulgada hoje por um tribunal provincial de Barcelona, também transformou a pena de prisão de 15 meses do pai de Messi, Jorge Messi, em multa de 180 mil euros. O avançado do Barcelona pagará 400 euros por cada dia de condenação, o que corresponde a um total de 252 mil euros.

Em 24 de maio, o tribunal considerou o jogador do Barcelona culpado de três delitos contra a Fazenda Pública, por ter defraudado o fisco em 4,1 milhões de euros relativos.

Messi tinha sido acusado de fraude fiscal por não ter descontado, devidamente sobre os 10,1 milhões de euros que recebeu pelos contratos de exploração dos seus direitos de imagem, durante os anos de 2007, 2008 e 2009.

Na base do parecer do Ministério Público para substituir a pena esteve o facto de o internacional argentino não ter antecedentes criminais e de ter aceitado devolver as verbas em causa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.