“Não vejo qualquer inconveniente em utilizar jogadores que sejam e demonstrem que estão de alma e coração no Atlético. E isso tem acontecido. Passou-se com José [Manuel Jurado] antes de sair para o Schalke 04 até ao último minuto e será assim também com Simão”, afirmou o ex-treinador do Benfica.

No entanto, Quique Flores, que abordou o assunto na conferência de imprensa de antevisão do jogo de quinta-feira, com o Bayer Leverkusen, para a Liga Europa, repisou que a saída do português é “apenas uma probabilidade, não algo que esteja concretizado” e que até à paragem natalícia “vai ser o jogador importante que tem sido sempre”.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.