Raphinha, atualmente no FC Barcelona confessou que viveu uma infância bastante atribulada, e que quase lhe tomava a vida. Nascido num bairro pobre de Porto Alegre, o internacional brasileiro admitiu que era muito difícil ficar indiferente às tentações e consequências do tráfico de droga.

Todavia, o jogador brasileiro nunca perdeu o foco e não cedeu aos aparentes facilitismos e promessas de fortuna...ao contrário de muitos dos seus amigos; amigos estes que, segundo Raphinha, até jogavam melhor futebol que ele.

"Vou contar uma verdade. Foi muito complicado para alguém que nasceu num bairro como eu, era difícil estar focado. Sou de Restinga (bairro da Zona Sul de Porto Alegre). É difícil seguires o teu caminho e não descarrilares. Surgem tentações e muitas. Promessas de ganhar facilmente muito dinheiro. Muita gente fica desnorteada. Nunca saí do meu caminho, mas testemunhei e caminhei ao lado de pessoas que se perderam. Perdi muitos amigos no mundo do crime, no tráfico de drogas. Amigos que jogavam dez vezes melhor do que eu e que poderiam estar num grande clube", disse Raphinha à UOL.

Depois de Vitória de Guimarães e Sporting, Raphinha rumou a França para jogar no Rennes. As boas exibições do extremo chamaram à atenção do Leeds que levou o brasileiro para a Premier League. Depois de duas boas épocas em Inglaterra, o internacional canarinho chegou esta temporada ao FC Barcelona.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.