Integrar-se, ajudar a equipa mas acima de tudo jogar e ganhar experiência no Deportivo da Corunha. Estes são os objetivos de Roderick Miranda, defesa central do SL Benfica que foi emprestado uma época ao clube galego.

«Tenho de trabalhar todos os dias, com a cabeça no sítio, para ajudar a equipa a conseguir o seu objetivo. Vim para o Deportivo com intenção de jogar e por isso vou dar tudo», afirmou Roderick Miranda.

O defesa central de 21 anos conhece alguns colegas de equipa no Deportivo da Corunha e espera integrar-se rapidamente.

«Já sei que este plantel sabe acolher os novos jogadores, mas é óbvio que facilita a adaptação e será melhor para mim e para o Nélson Oliveira, porque vamos encontrar alguns amigos», referiu Roderick Miranda na apresentação.

Questionado sobre a possibilidade de poder vir a estrear-se logo na primeira jornada, devido à lesão de José Castro, Roderick Miranda jogou à defesa.

«Antes de mais, aquilo que sucedeu com o José Castro é uma enorme infelicidade. Eu vim para trabalhar e jogar no Desportivo, mas não sei se será já na primeira ou noutra jornada», respondeu Miranda.

Roderick Miranda afirmou ainda que espera ter «acertado» com a transferência para o Deportivo.

O presidente do Deportivo, Augusto César Lendoiro, referiu que Nelson e Roderick serão «dois grandes baluartes» no regresso da equipa galega à Liga principal espanhola.

Lendoiro acentuou que os dois portuguesas não precisam de «apresentação, apesar da sua juventude», porque «foram vice-campeões do Mundo de sub-20 e são duas realidades, não esperanças, do futebol internacional e português».

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.