As ações da Juventus fecharam hoje com uma valorização de 5,71%, para 0,9 euros, na bolsa de Milão, um máximo no último ano, no dia do anúncio da transferência do futebolista português Cristiano Ronaldo para o clube italiano.

Desde 28 de junho, quando começaram a adensar-se as notícias sobre a partida de Cristiano Ronaldo do Real Madrid para a Juventus, o valor dos títulos da sociedade italiana cresceu 37,7%.

O Real Madrid comunicou hoje a transferência de Cristiano Ronaldo para a Juventus, "atendendo à vontade e ao pedido expressos pelo jogador", sem especificar os valores envolvidos na transação, embora vários órgãos de comunicação social espanhóis e italianos estimem o valor do negócio em 105 milhões de euros (ME).

Esta será a transferência mais cara do futebol italiano, depois de a Juventus ter contratado o argentino Gonzalo Higuaín ao Nápoles, por 90 ME.

Aos 33 anos, o capitão da seleção portuguesa vai defender o quarto clube na carreira sénior, depois de Sporting (2002/03), Manchester United (2003/04 a 2008/09) e Real Madrid (2009/10 a 2017/18).

Cinco vezes vencedor da Bola de Ouro, em 2008, 2013, 2014, 2016 e 2017, Cristiano Ronaldo estava ligado contratualmente até 30 de junho de 2021 ao emblema ‘merengue’, ao serviço do qual conquistou quatro Ligas dos Campeões, dois Mundiais de Clubes, duas Supertaças Europeias, dois campeonatos, duas Taças do Rei e duas Supertaças de Espanha.

A Juventus domina o historial do campeonato italiano, com 34 títulos de campeão, sete dos quais conquistados ininterruptamente desde 2011/12 – os quatro últimos sob o comando do atual treinador, Massimiliano Allegri.

Ronaldo vai ser o sétimo português a juntar-se ao clube de Turim, depois de Rui Barros, Paulo Sousa, Dimas, Jorge Andrade, Tiago e João Cancelo, contratado neste defeso ao Valência.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.