O futebolista português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, disse esta segunda-feira, depois de ser ouvido no tribunal Pozuelo de Alarcón, nos arredores de Madrid, que “nunca” ocultou rendimentos nem teve “intenção de fugir aos impostos”.

Em comunicado, o ‘astro’ português sublinhou que o fisco conhece todos os seus rendimentos porque nunca escondeu “nada nem intenção de fugir aos impostos”.

“Faço sempre as minhas declarações de impostos de maniera voluntaria, porque pensó que todos temos de declarar e pagar impostos de acordo com os nossos rendimentos. Os que me conhecem sabem que o peço aos meus assessores: que tenham tudo em dia e corretamente saldado, porque não quero problemas”, assinalou.

O jogador prestou declarações durante uma hora e meia, na qualidade de suspeito de ter defraudado o fisco espanhol em 14,7 milhões de euros entre 2011 e 2014, num caso ainda em fase de instrução do processo, à porta fechada, pela juíza Mónica Gomez e respondeu às perguntas do Ministério Público.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.