O médio do Real Madrid Ruben de la Red anunciou hoje o fim da carreira de futebolista devido a problemas cardíacos e que deverá agora apostar no percurso como treinador.

O optimismo do jogador não evitou as lágrimas. Aos 25 anos, Ruben de la Red é obrigado a deixar a carreira de futebolista devido aos problemas cardíacos que há dois anos o têm impedido de jogar.

“Sempre sonhei ser futebolista e triunfar com o Real Madrid. Hoje um problema de coração obriga-me a anunciar o abandono, mas acredito que posso começar uma nova etapa na minha vida, na qual, como sempre fiz, darei o máximo para alcançar sucesso”, assinalou emocionado Ruben la Red.

O director-geral do Real Madrid, Jorge Valdano, adiantou que o ex-internacional espanhol terá todo o apoio do clube para poder canalizar, desde o banco, a sua “paixão” pelo futebol.

“Rúben vai terminar no próximo mês de Junho o curso nacional de treinadores e então realizará um itinerário pelas diferentes equipas do clube, para conhecer tudo o que fazemos e como o fazemos”, explicou Valdano.

De acordo com Valdano, Ruben La Red passará pela Segunda B, pelos juvenis, “esse laboratório de [José] Mourinho”, e reconhecerá “os conhecimentos e experiência que aplicará no futuro na equipa que lhe designaremos, ou no lugar onde ele se sentir mais cómodo”.

“Se num futuro não muito longínquo a medicina avançar o suficiente e me der uma certa margem… mas sem um diagnóstico concreto, voltar a jogar não será o mais recomendável”, comentou o jogador.

Na altura em que diz “adeus” aos relvados, De la Red agradeceu a todos aqueles que lhe deram apoio desde que sofreu, a 30 de Outubro de 2008, uma sincope cardíaca durante o jogo da Taça do Rei, entre o Real Union de Irún e o Real Madrid.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.