Rúben Semedo foi detido pela Guarda Civil de Valência, em Espanha, na última madrugada, acusado de sequestrar, agredir e ameaçar um homem com uma pistola.

De acordo com o jornal espanhol Las Provincias, o central Villarreal foi detido em casa, na sequência de uma queixa apresentada a 12 de fevereiro. O queixoso diz ter sido amarrado, agredido e mantido refém por Semedo e outros dois homens na moradia do jogador.

Segundo a mesma publicação, a vítima apresentava hematomas em várias partes do corpo e acusa ainda um dos agressores de ter disparado uma arma para o assustar. O homem identificou Rúben Semedo e um primo do jogador como as pessoas que o atacaram.

É já a terceira ocasião em que o ex-jogador do Sporting se envolve em casos de violência no país vizinho, nos últimos quatro meses.

A primeira remonta a 29 de outubro, quando se desentendeu com um indivíduo numa discoteca.

Depois, a 19 de Novembro, terá mesmo ameaçado um homem com uma pistola à entrada de outra discoteca.

O jogador deverá ser ouvido na quarta ou quinta-feira por um juiz. A lei espanhola estipula que um suspeito detido terá de ser ouvido por um juiz até no máximo 72 horas após a sua prisão.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.