O Valência, ainda sem Gonçalo Guedes, subiu hoje provisoriamente ao quarto lugar da Liga espanhola de futebol, após receber e vencer o Celta Vigo, por 1-0, na 22.ª jornada.

No Estádio Mestalla, frente ao antepenúltimo classificado da prova, Soler fez o único golo da partida, aos 77 minutos, com assistência do ex-Benfica Rodrigo, e deixou o Valência, para já, no quarto posto da prova e na luta por um lugar na Liga dos Campeões da próxima temporada.

O internacional português Gonçalo Guedes, que regressou aos treinos durante a última semana, depois de longa paragem devido a lesão, ainda não foi utilizado na equipa ‘che’.

O Valência passou a somar 37 pontos, mas pode ainda ser ultrapassado pelo Getafe e apanhado pela Real Sociedad.

Antes, o Real Madrid manteve a liderança isolada na Liga espanhola, ao vencer (1-0) o dérbi de Madrid, frente ao Atlético, sem o internacional português João Félix.

No Estádio Santiago Bernabéu, onde se cumpriu um minuto de silêncio em memória do antigo basquetebolista norte-americano Koke Bryant, vítima de um acidente de helicóptero na passada semana, os ‘colchoneros’ não puderam contar com o antigo avançado do Benfica, devido a uma lesão muscular na perna direita, mas os anfitriões também não tiveram Gareth Bale e Eden Hazard, ambos igualmente a contas com lesões.

O ponta de lança francês Karim Benzema foi a grande figura do encontro, ao apontar o único tento, à passagem do minuto 56, após assistência do compatriota Ferland Mendy, um golo que permitiu ao conjunto liderado por Zinedine Zidane manter-se isolado na liderança da ‘La Liga’, com 49 pontos, mais seis que o segundo classificado FC Barcelona, que entra em campo apenas no domingo, quando receber o Levante.

O Atlético de Madrid é quinto, com 36 pontos, os mesmos do Getafe, que tem menos um jogo, sendo que os ‘rojiblancos’ podem também ser ultrapassados por Real Sociedad.

No sul de Espanha, o antigo ponta de lança do Benfica Raúl de Tomás voltou a mostrar-se em bom plano, ao apontar o quarto golo consecutivo pelo Espanyol, que, ainda assim, não evitou a derrota em Granada (2-1).

Depois do espanhol ter inaugurado o marcador (27) no Estádio Nuevo Los Cármenes, o clube andaluz, que teve no ‘onze’ os portugueses Rui Silva e Domingos Duarte, operou a reviravolta pelo venezuelano Darwin Machis (38) e no primeiro minuto da segunda parte (46), através do espanhol Carlos Fernández.

Depois de dois desaires consecutivos, o Granada voltou às vitórias e soma agora 30 pontos, no 10.º posto, enquanto Espanyol mantém o 20.º e último lugar, em igualdade pontual com o Leganés, ambos com 15.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.