No passado domingo, o Real Madrid foi surpreendido pelo Levante, perdendo por 1-0 no campeonato espanhol. Além da derrota, José Mourinho viu Khedira ser expulso depois de o jogador alemão ter afastado um atleta do Levante que se tinha envolvido com Di María. O árbitro da partida mostrou-lhe o segundo amarelo, e consequente vermelho.

O treinador luso comparou o sucedido com o seu jogador com os incidentes do encontro Espanha-Chile, que se disputou na Suíça.

«Vocês [referindo-se aos jornalistas] disseram que a atitude dos jogadores espanhóis foi espectacular, que demonstrava o carácter dos jogadores da selecção, que eram como irmãos. Se é a Espanha a fazê-lo, fala-se de espírito de grupo, se é o Real Madrid, vêem-nos como uma equipa de bandidos», acusou, esta terça-feira, Mourinho.

«Khedira é muito tranquilo, não recorre à força ou ao contacto físico. Era dos últimos de quem esperava tal comportamento, mas fê-lo e foi punido. Mas não estou preocupado porque sei que não voltará a fazê-lo», acrescentou Mourinho.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.