O selecionador de futebol de Espanha, Luís Enrique, considerou hoje que a organização e nível dos jogadores são um ponto forte de Portugal para o jogo de quinta-feira, para a Liga das Nações, mas motivam a sua equipa.

Portugal e Espanha defrontam-se na quinta-feira a partir das 20:45 (19:45 em Lisboa) no estádio Benito Villamarín, em Sevilha, na primeira jornada do Grupo 2 da Liga das Nações A, e Luis Enrique considerou que a realização de quatro jogos em 12 dias é um fator a ter em conta na hora de preparar a equipa, embora as restantes seleções também estejam nas mesmas circunstâncias.

Na conferência de antevisão da partida, o técnico elogiou as palavras do selecionador de Portugal, Fernando Santos, quando destacou a organização da seleção espanhola como um ponto forte, mas salientou também que Portugal “venceu títulos importantes” recentemente, como o Europeu, em 2016, e a Liga das Nações, em 2019, e também faz da organização uma arma.

“Evidentemente chama mais atenção a posse de bola e as situações de ataque que costumamos criar, mas somos uma seleção de topo no plano defensivo, não há dúvida nenhuma”, afirmou, frisando que é “evidente” que Portugal “analisou bem” o rival.

O técnico recordou que Portugal venceu “títulos importantes” e é uma “seleção de altíssimo nível”, mas sublinhou que esse é um fator que “motiva” a equipa espanhola.

“Jogámos dois particulares recentemente e Portugal é uma seleção que conhecemos todos muito bem, primeiro porque está muito bem organizada e depois pela qualidade individual que têm”, afirmou o treinador espanhol, acrescentando que a equipa lusa tem “nível mundial” e “basta olhar para as transferências e montantes que movimentam os seus jogadores” no mercado para perceber isso.

Sobre a preparação de quatro jogos em 12 dias, Luís Enrique reconheceu que “condiciona” o trabalho em termos de preparação e descanso de alguns jogadores mais sobrecarregados, mas assegurou que a equipa técnica espanhola tem “em conta todos os fatores”.

“Principalmente para salvaguardar o rendimento dos jogadores e para sermos competitivos, mas este é o calendário, estes são os jogos e estas são as datas. Temos em conta todas as circunstâncias, mas são iguais para todas as seleções. Portugal está nas mesmas circunstâncias, como a Suíça e República Checa”, argumentou o treinador espanhol, referindo-se aos outros adversários do Grupo 2.

O selecionador de Espanha sabe que, em junho, os jogadores “já estão a ver as férias e às portas do descanso”, mas reiterou a importância de representar a equipa nacional numa competição oficial como a Liga das Nações.

“Representar a seleção nestes jogos significa muito, porque se avizinha uma competição muito interessante e em cinco ou seis meses há um Mundial”, afirmou ainda o técnico, referindo-se à competição que vai decorrer entre novembro e dezembro, no Qatar, e que “tem, só pelas datas e a altura do ano em que se vai disputar, uma importância vital para os jogadores”.

Depois de ter perdido a final da edição anterior da Liga das Nações, perante a França, o selecionador espanhol assegurou que o “único objetivo” da sua equipa é “tentar ganhar esta competição”, embora admitindo ser “muito difícil” dado o nível de todos os participantes.

Espanha e Portugal jogam na quinta-feira, a partir das 20:45 locais (19:45 em Lisboa), no Estádio Benito Villamarín, em Sevilha, e num encontro que será dirigido pelo inglês Michael Oliver.

Depois de enfrentar os espanhóis, os lusos jogam duas vezes no Estádio José Alvalade, no domingo, com a Suíça, e em 09 de junho, com a República Checa, para, no dia 12, atuarem em Genebra, no segundo embate com os helvéticos.

Após estes quatro jogos, Portugal cumpre os últimos dois encontros em 24 e 27 de setembro, o primeiro na República Checa e o segundo em Braga, face aos espanhóis.

A formação das ‘quinas’, vencedora da primeira edição da Liga das Nações, em 2019, precisa de vencer o agrupamento para chegar à ‘final four’ da terceira edição, sendo que a segunda foi conquistada pela França, numa final com a Espanha, em 2021.

A fase final da Liga das Nações realiza-se de 14 a 18 de junho de 2023, com os vencedores dos quatro grupos da Liga A, sendo que os últimos de cada um dos agrupamentos descem à Liga B.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.