O Barcelona garantiu o primeiro lugar do Grupo F da Liga dos Campeões, ao vencer o Borussia Dortmund por 3-1, em encontro da 5.ª jornada. Destaque para Lionel Messi que marcou e fez duas assistências no seu jogo 700 com a camisola dos blaugrana. No outro jogo do grupo o Inter venceu o Slavia Praga por 3-1. O Inter chega aos sete pontos e iguala o Borussia Dortmuind no segundo posto, o Slavia Braga, já eliminado das provas da UEFA, tem apenas dois pontos.

Pressionado pelas exibições pouco convincentes e pelos maus resultados que vai acumulando, o Barcelona de Ernesto Valverde tem tido no Camp Nou o seu palco principal onde vai conseguindo 'balões de oxigénio', numa época aquém do esperado.

Para este jogo, o técnico espanhol deparava-se com muitos problemas para formar o onze, face às lesões e castigos. Nelson Semedo, Jordi Alba e Piquè não podiam dar o seu contributo. Pior ficou quando Dembelé teve de deixar o relvado aos 25, lesionado. O avançado francês tarda em mostrar o seu valor, já que as muitas lesões musculares o tem impedido de jogar.

Este era um jogo especial para Lionel Messi já que iria fazer o jogo 700 pelo Barcelona. A outra curiosidade era saber se o craque argentino iria fazer o seu primeiro golo de sempre ao Borussia Dortmund, um dos poucos adversários a quem nunca tinha marcado.

Aos 29 minutos, a dupla Messi-Suárez entrou em ação para desbloquear o jogo para os catalães: o uruguaio recebeu do argentino e rematou para o fundo das redes, fazendo a bola passar por baixo das pernas de Burki. Terceiro golo de Suárez na 'Champions' esta época, a que se juntam os sete que leva em La Liga.

Cinco minutos depois ficou desfeita a dúvida: Messi tabelou com Suárez e atirou para o 2-0. O jogo 700 do argentino pelo Barcelona era assim assinalado com um golo, passando o Dortmund a ser a 78.ª vítima de Messi.

Os 90.071 espectadores que estiveram no Camp Nou gostavam do que viam, frente a um Borussia Dortmund forte mas que não atravessa um bom momento na Bundesliga.

No segundo tempo o Borussia Dortmund, que teve Raphael Guerreiro no onze, respondeu mas viu Ter Stegen negar-lhe as intenções aos 51 minutos. Aos 61, nova intervenção do guarda-redes dos 'culés', agora a remate de Brandt, após boa jogada de Sancho, jogador lançado no segundo tempo.

A equipa de Valverde castigou o desperdício dos alemães com o 3-0, da autoria de Griezmann, após fantástica assistência de Messi. Primeiro golo do francês na 'Champions' esta época, quarto golo com a camisola do Barcelona.

Aos 77, Jadon Sancho reduziu para os alemães, após boa jogada de Brandt. O inglês passou por Junior Firpo e atirou para o 3-1.

Jadon Sancho estava inspirado e era dos poucos que 'remava contra a maré'. No minuto 87 esteve prestes a bisar mas, mais uma vez, Ter Stegen foi enorme e negou-lhe as intenções.

O Barcelona aumentou para 34 o número de jogos sem perder em casa na Liga dos Campeões. A última derrota em casa para a prova milionária foi a 1 de maio de 2013, quando perdeu com o Bayern Munique por 3-0, depois de já ter perdido na Alemanha por 4-0.

A vitória permite ao Barcelona garantir o apuramento para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões como primeiro colocado do Grupo.

No outro jogo do grupo o Inter venceu o Slavia Praga da República Checa fora de casa por 4-1, com Lautaro Martinez e Romelu Lukaku a bisarem. Os milaneses até falharam uma grande penalidade, por Romelu Lukaku, quando o jogo estava em 1-0. Tomas Soucek, de penalti, marcou para os checos.

O Inter chega aos sete pontos e iguala o Borussia Dortmuind no segundo posto, o Slavia Braga, já eliminado das provas da UEFA, tem apenas dois pontos.

Na próxima ronda o Barcelona vai ao terreno do Inter, o Dortmund recebe o Slavia Praga.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.