O treinador do Barcelona, Pep Guardiola, fez uma análise às equipas que já garantiram o apuramento para os quartos-de-final da Liga dos Campeões e assumiu que não gostaria de encontrar o AC Milan na próxima fase da competição.

«Ainda faltam duas eliminatórias para chegar à final. Ainda há rivais fortes. O Benfica é um histórico, o Milan é o que menos desejaria e tenho de felicitar o APOEL, porque a sua qualificação diz muito sobre o que é o futebol: quem fizer as coisas bem-feitas, pode ter sucesso», disse Guardiola após o jogo com o Bayer Leverkusen.

Sobre o jogo com a equipa alemã, o técnico do Barcelona elogiou a exibição de Messi e Iniesta.

«Hoje vimos uma das noites mais especiais de Messi, foi um regalo. Messi merece já uma homenagem, porque é incrível e está somente a sete golos de César, isto com apenas 24 anos. Não é fácil marcar cinco golos e eu posso dizer isso porque apontei 11 na minha carreira. Se um dia quiser, fará seis. Mas também é preciso dizer que Iniesta fez uma partida grandiosa», disse o treinador do Barcelona em conferência de imprensa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.