Chelsea e Bayern Munique disputam hoje uma inesperada final da Liga dos Campeões de futebol, em Munique, depois de nas meias-finais terem afastado os grandes favoritos à vitória na competição.

Os ingleses chegaram a este encontro decisivo depois de terem eliminado os espanhóis do Barcelona, numa eliminatória em que os seus golos decisivos foram anotados já nos minutos de compensação, tendo mesmo atuado em Camp Nou largos minutos com menos um jogador, por expulsão do defesa central John Terry.

O Bayern, a jogar em casa, afastou a outra equipa espanhola em prova, o Real Madrid de Mourinho, Pepe, Ricardo Carvalho, Fábio Coentrão e Cristiano Ronaldo, numa eliminatória em que, a exemplo do Chelsea, esteve em desvantagem, mas levou de vencida no desempate por grandes penalidades.

Enquanto vão faltar à final os portugueses do Real Madrid, hoje, no Allianz Arena, Bosingwa poderá marcar presença no "onze" da equipa inglesa, enquanto Paulo Ferreira poderá surgir no banco. De fora, fica o castigado Raul Meireles e o guarda-redes Hilário.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.