"Estou contente por estar em forma. Vou estender-lhe a mão como a qualquer outro jogador. Se não a quiser apertar é livre de o fazer, mas é um problema seu. Pelo meu lado, não há nenhum problema", afirmou Diawara ao jornal espanhol AS.

O defesa do Marselha frisou que não se mostra arrependido e considerou a lesão de Ronaldo no tornozelo um acidente: "Não posso dizer que me arrependo da entrada que fiz, só de o ter lesionado. Tenho a consciência tranquila porque o lesionei sem querer. As repetições mostram que não foi penalty e que não tive más intenções. Entrei de forma brusca mas correcta e toquei primeiro na bola. Cristiano Ronaldo é que tinha o pé mal colocado, daí a lesão. Por isso digo que voltaria a fazer a mesma entrada."

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.