A quarta ronda da liga dos Campeões tem como particularidade a inversão dos jogos da terceira, com as equipas visitadas a actuar como visitantes, e com a questão do apuramento a poder ficar definida em alguns grupos.

No Grupo D, o FC Porto e os ingleses do Chelsea podem confirmar já o apuramento caso vençam os seus encontros nos recintos dos cipriotas do Apoel e dos espanhóis do Atlético de Madrid, respectivamente.

O invicto Chelsea de Deco, Bosingwa, Ricardo Carvalho, Hilário e Paulo Ferreira (que não está inscrito na Liga dos Campeões), poderá mesmo garantir o apuramento com um empate frente à equipa de Simão Sabrosa, caso o FC Porto não perca.

O grande jogo da quarta jornada da Liga dos Campeões está reservado para Milão, onde os italianos do AC Milan recebem os espanhóis do Real Madrid, ainda órfãos de Cristiano Ronaldo, no embate entre lideres do Grupo C.

O escândalo Real protagonizado na Taça do Rei, em que a equipa de Pepe foi copiosamente goleada por uma equipa do escalão secundário, Alcorcón (4-0), pode deixar marcas nesta deslocação a Milão.

No Grupo B, os ingleses do Manchester United, do português Nani, recebem os russos do CSKA Moscovo e, consoante a conjugação de resultados, podem já assegurar a passagem à fase seguinte da "milionária" prova.

O invicto Manchester United lidera com nove pontos, mais cinco do que os alemães do Wolfsburgo, que se deslocam ao recinto dos turcos do Besiktas, últimos classificados do grupo apenas com um empate, e seis do que o CSKA.

No Grupo A, ainda com três equipas muito juntas, o líder francês Bordéus tem uma difícil deslocação ao recinto dos alemães do Bayern Munique (3.º, com quatro pontos), enquanto a Juventus, de Itália (2.ª, com 5), do português Tiago, defronta o Macabi (4.º, com 1), em Israel.

No Grupo E, a invicta equipa francesa do Lyon, líder com nove pontos, recebe os ingleses do Liverpool e, em caso de vitória, assegura a duas jornadas do termo da fase de grupos o apuramento para os oitavos-de-final.

A formação italiana da Fiorentina, segunda classificada do grupo com seis pontos, recebe os húngaros do Deberecen e, caso some os três pontos, dá também um passo decisivo rumo à fase seguinte.

A confusão está instalada no Grupo F, com qualquer das quatro equipas - o campeão em título Barcelona (Espanha), Dínamo de Kiev (Ucrânia), Rubin Kazan (Rússia) e Inter de Milão (Itália) - a poder alcançar os "oitavos".

O Barcelona, surpreendido em casa pelos russos na terceira ronda, desloca-se ao recinto do Rubin Kazan, enquanto o Dínamo de Kiev recebe o Inter de Milão do pouco tranquilo treinador José Mourinho.

No Grupo G, o líder invicto espanhol Sevilha joga frente aos alemães do Estugarda a possibilidade de assegurar a passagem à fase seguinte, enquanto a estreante equipa romena do Unirea Urziceni, do português Bruno Fernandes, recebe os escoceses do Glasgow Rangers.

No Grupo H, os ingleses do Arsenal, primeiros classificados com sete pontos, e os gregos do Olympiacos, segundos com seis, vão procurar ganhar vantagem frente aos holandeses do AZ Alkmaar e com os belgas do Standard de Liége, respectivamente.

A quarta jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões, que poderá já ditar alguns clubes apurados e confirmar o afastamento de outros, decorre repartida por terça e quarta-feira.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.