O Real Madrid recebeu e goleou esta noite o Tottenham, por 4-0, em jogo da primeira mão dos quartos-de-final da Liga dos Campeões.

A história denunciava um desequilíbrio maior do que as forças actuais de ‘spurs’ e merengues, já que se assistia ao confronto entre os estreantes da Champions e os recordistas de títulos europeus (nove).

No entanto, a história e o talento da equipa de José Mourinho vincaram o seu peso na partida desde o primeiro minuto. Com uma entrada fulgurante, o Real assinou quatro remates em cinco minutos e aos 4’ Adebayor fez logo o 1-0, deixando as bancadas do Santiago Bernabéu em festa.

Se a missão já era difícil para os jogadores de Harry Redknapp, mais complicada se tornou com a expulsão (por acumulação de amarelos) de Crouch, logo aos 15’.

O Real Madrid cresceu na partida e sentiu que podia chegar logo ao segundo golo, mas os ‘spurs’ acentuaram o seu espírito solidário e fecharam-se bem na defesa, deixando Van der Vaart e Gareth Bale à solta para o contra-ataque. E foi com as suas duas estrelas que aos 28’ e aos 30’ colocaram Iker Casillas em sentido.

Na resposta, os merengues voltaram ao ‘pressing’ e Adebayor podia ter voltado a marcar, sendo que ficou ainda uma grande penalidade por assinalar a favor dos anfitriões, por mão de Dawson (41’) na área, após remate de Di María.

No segundo tempo, nasceu a goleada. Aos 57’, Adebayor assina o 2-0, novamente de cabeça. A equipa de Mourinho não baixava a bitola do seu alto rendimento e carregava em busca de mais golos. O tempo e o cansaço reduziram a resistência do Tottenham, agravados pelas actuações muito inspiradas de Di María e Özil.

Aos 71’, o extremo argentino coroa uma exibição notável com um grande golo de fora da área, sem hipóteses para o guardião Gomes. O Tottenham já suspirava pelo apito final, mas o Real Madrid arrumou a eliminatória com o 4-0 já aos 87’, por intermédio de Ronaldo, que muito havia tentado ao longo do encontro. Foi o quinto golo do craque português em nove jogos na competição.

Com esta goleada, o Real Madrid dá um passo de gigante rumo às meias-finais… e ao sonho de chegar à décima vitória na Liga dos Campeões.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.