Surpresa no arranque da Liga dos Campeões 2021/22, com o Young Boys a receber e a vencer, com direito a cambalhota no marcador, o Manchester United de Cristiano Ronaldo e Bruno Fernandes, por 2-1.

O United até entrou bem e marcou cedo, pelo inevitável Cristiano Ronaldo, que deu o melhor seguimento a um grande passe de Bruno Fernandes para abrir o ativo e marcar o primeiro golo desta edição da fase de grupos da prova, no jogo em que igualou Iker Casillas como o jogador com mais partidas disputadas na competição.

Só que, à passagem da meia hora, Wan-Bissaka, lateral direito do United, foi expulso devido a uma entrada mais dura sobre um adversário e o jogo mudou.

A jogar em casa, o Young Boys encostou a formação inglesa à sua área e chegou ao empate a meio do segundo tempo, por intermédio de Ngamaleu, com um desvio oportuno dentro da grande área, fez o 1-1.

Depois, e já sem Cristiano Ronaldo e Bruno Fernandes, substituídos, em campo, De Gea ainda evitou novo golo dos suíços com uma grande defesa, perto do minuto 90, mas no derradeiro minuto do período de descontos, Jesse Lingard comprometeu, com um atraso interceptado por Siebatcheu que, isolado na cara de De Gea, não perdoou e tocou para o 2-1, confirmando a cambalhota no marcador e a surpresa em Berna.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.