Implicada no ‘calciocaos’, um caso de resultados manipulados, em 2006, a Juventus, adversária do FC Porto nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões, caiu na segunda divisão e fez uma ‘travessia no deserto’. No entanto, a formação de Turim reapareceu em força nos últimos anos, com cinco títulos consecutivos, que elevaram o seu total para 32.

Com enorme poder financeiro, que lhe permitiu gastar 90 milhões de euros para ‘roubar’ o argentino Gonzalo Higuaín ao Nápoles, a ‘Juve’ tem um plantel de enorme qualidade, que alia muita experiência a vários jovens talentos.

A grande referência da equipa está no setor recuado, com o guarda-redes Gianluigi Buffon, de 38 anos, resguardado por três centrais, habituais titulares da seleção italiana: Giorgio Chiellini, Andrea Barzagli e Leonardo Bonucci.

Depois, o técnico Massimiliano Allegri tem à sua disposição uma série de laterais de grande qualidade, como Dani Alves (ex-FC Barcelona) e Lichtsteiner, para a direita, e Evra e o ex-portista Alex Sandro, para a esquerda.

No meio-campo, mesmo com o adeus de Paul Pogba, contratado pelo Manchester United por exorbitantes 105 milhões de euros, também não falta talento, destacando-se Khedira, Marchisio, Cuadrado e Miralem Pjanic, contratado à Roma.

Quanto ao ataque, do qual saiu Morata, ‘devolvido’ ao Real Madrid, as soluções também são de enorme categoria, com Higuaín, Mandzukic e a promessa Dybala.

Na fase de grupos, a Juventus venceu o Grupo H, superando Sevilha, Lyon e Dinamo Zagreb, depois de um percurso sem derrotas (quatro vitórias e dois empates), com 11 golos marcados e apenas dois sofridos.

A formação de Allegri também tem dominado o campeonato interno, rumo a um inédito ‘hexa’, somando 39 pontos, correspondentes a 13 vitórias e três derrotas, mais sete do que Roma e Milan, que se defrontam hoje no fecho da 16.ª ronda.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.