Jorge Jesus escolheu três reforços para o jogo entre o Benfica e o PAOK, da terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões. Neste encontro que marca a estreia de Jorge Jesus no comando do Benfica em jogos oficiais, desde que regressou à Luz, o técnico aposta num 4-2-3-1 que se pode desdobrar em 4-4-2.

Acompanhe o PAOK-Benfica no SAPO Desporto. 

Do lado do PAOK, treinado pelo português Abel Ferreira, algumas caras conhecidas dos portugueses. O central cabo-verdiano Varela é titular, tal como Pelkas que já representou o Vitória de Setúbal. Zivkovic, que rescindiu com o Benfica e assinou pelos gregos, começa o jogo no banco. Há outro Zivkovic em campo mas é o guarda-redes titular do PAOK.

Onze do Benfica: Vlachodimos; André Almeida, Rúben Dias, Vertonghen e Grimaldo; Pedrinho, Weigl, Taarabt e Everton e Pizzi; Seferovic.

Suplentes Benfica: Helton Leite, Gilberto, Gabriel, Darwin, Waldschmidt, Rafa e Vinícius.

Onze do POAK: Zivkovic; Michailidis, Varela, Ingasson; Crespo, El Kadouri, Schwab e Giannoulis; Pelkas, Akpom e Tzolis.

Suplentes PAOK: Paschalakis, Mihaj, Swiderski, Andrija Zivkovic, Biseswar, Esiti e Ninua.

Quem vencer esta eliminatória, disputada a uma mão, irá medir forças com os russos do Krasnodar, no play-off de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões.

Este encontro será apitado pelo árbitro alemão Felix Brych, um juiz de má memória para os 'encarnados: foi ele quem dirigiu a final da Liga Europa entre Benfica e Sevilha. Como curiosidade, Felix Brych também apitou o último PAOK-Benfica (goleada encarnada por 4-1), em Salónica, em 2018.

Acompanhe o PAOK-Benfica no SAPO Desporto. 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.