O Liverpool, que afastou o FC Porto nos quartos de final da Liga dos Campeões, recebeu esta terça-feira o FC Barcelona, depois de há uma semana ter perdido por 3-0, em Espanha. Numa espantosa reviravolta da eliminatória, os 'reds' venceram os catalães por 4-0 e seguem para a final da liga milionária, mesmo com três ausências de peso: Salah, Keita e Firmino.

A remontada dos ingleses começou cedo. Logo aos seis minutos de jogo, Divock Origi marcou um golaço e deu o pontapé de saída para a esperança do Liverpool em seguir em frente na competição.

Os ingleses foram-se agigantando em relação ao Barcelona com a preciosa ajuda do guarda-redes brasileiro Alisson Becker que protegeu a baliza dos 'reds' com 'unhas e dentes'.

O encontro foi para intervalo com 1-0 no marcador e com os espanhóis a sentir a pressão dos homens de Jurgen Kloop, que nos primeiros 45 minutos de jogo esteve perto de perder o capitão Jordan Henderson por lesão. O médio inglês foi assistido, mas acabou por regressar ao relvado.

Na segunda parte a 'guerra' aqueceu. O Liverpool ia criando cada vez mais dificuldades ao Barcelona, com um ritmo de jogo muito intenso e com fome de golo.

Aos 54 minutos foi a vez de Gini Wijnaldum fazer o gosto ao pé e marcar o segundo dos 'reds'. O jogador, que tinha entrado ao intervalo, rematou à bola e Ter Stegen não conseguiu evitar o tento inglês.

A esta altura, a esperança do Liverpool era cada vez maior e os ingleses sabiam que um golo empataria a eliminatória. E esse golo chegou aos dois minutos depois... por Gini Wijnaldum. Shaquiri cruzou e Wijnaldum cabeceou, bisou e empatou a eliminatória.

Os nervos estavam à flor da pele em Anfield Road, com o Barcelona a acusar alguma pressão por parte do Liverpool, que estava disposto a tudo para 'chutar' os espanhóis para fora da Liga dos Campeões.

Aos 79 minutos de jogo, o pesadelo blaugrana adensou-se. Na sequência de um pontapé de canto, Alexander-Arnold aproveitou um descuido da defesa catalã para assistir Origi que bisou e fixou o resultado. Estava acesa a possibilidade dos 'reds' chegarem à final da liga milionária e assim aconteceu.

O Barcelona não foi capaz de dar resposta ao Liverpool e ficou de fora da final da Liga dos Campeões, depois de perder por 4-0 com os 'reds'.

Os ‘reds’ somam cinco títulos, em 1976/77, 77/78, 80/81, 83/84 e 2004/2005 e três finais perdidas, em 1984/85, 2006/07 e na época passada, quando caiu por 3-1 face ao Real Madrid.

Na final, o conjunto do alemão Jürgen Klopp vai medir forças com os holandeses do Ajax ou os ingleses do Tottenham, que se defrontam na quarta-feira em Amesterdão, com a equipa da casa em vantagem, depois do triunfo por 1-0 em Londres.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.