Bayern de Munique e Olympique Lyon encontram-se esta quarta-feira na última partida das meias-finais da Liga dos Campeões, em busca de garantirem um lugar na final do próximo domingo, algo que para uns seria uma estreia, para outros algo ao qual já estão algo habituados.

Especial Liga dos Campeões: Acompanhe todas as decisões com o SAPO Desporto! 

O Lyon chegou à meia-final da Liga dos Campeões pela segunda vez na sua história - a primeira foi em 2010 - enquanto que o Bayern de Munique chega a esta fase em busca da sua 11.ª final da prova milonária.

Os dois emblemas chegam ao penúltimo jogo da Champions depois de vitórias sobre dois dos grandes favoritos à vitória: o Lyon bateu o Manchester City por 3-1 e o Bayern de Munique fuzilou o Barcelona por uns estrondosos 8-2.

Lyon: A equipa menos goleadora contra a máquina de golos

O Lyon chega a esta fase com o menor número de golos marcados entre os quatro finalistas e encontra como o último obstáculo a máquina de golos bávara. A diferença é grande: 39 vs 14, uma diferença de 25 golos marcados.

Como se estes números não bastassem, a exibição dos vencedores da Bundesliga na passada sexta-feira frente ao Barcelona deixou o alerta para os franceses, como explicou Juninho Pernambucano, diretor desportivo da equipa.

Lyon: O percurso e os números do aflito que virou semifinalista
Lyon: O percurso e os números do aflito que virou semifinalista
Ver artigo

"O Bayern deu uma lição de futebol contra o Barça em todos os aspetos: alta pressão, posse de bola, trabalho sem bola", explicou, em declarações citas pela Agence France-Presse.

Contudo, o dirigente vê espaço onde o Lyon pode fazer melhor que os catalães no duelo com os bávaros.

"(...) se olharmos bem o jogo, o Barça teve oportunidades antes que isso acontecesse. O Barça não teve essa agressividade, essa humildade. Acho que termos de fazer mais nesses aspetos", disse, realçando ainda que a equipa terá de fazer igual ou melhor do que fez frente ao Manchester City no último sábado.

Manchester City-Lyon
Maxwel Cornet celebra o golo marcado frente ao Manchester City com os seus colegas de equipa. (Photo by FRANCK FIFE / POOL / AFP) créditos: AFP

Apesar do percurso mais ou menos acidentado, o Lyon já atirou para fora da corrida pela 'orelhuda' mais um candidato, além dos 'citizens': nos oitavos de final, a Juventus de Cristiano Ronaldo caiu ao pés dos franceses, graças aogolo de Depay em Turim que colocou o Lyon nos 'quartos', graças à regra dos golos fora.

Bayern: Isto não é uma máquina de golos, é uma fábrica

O facto do Bayern de Munique estar nas meias-finais da Champions não é surpreendente, tendo em conta que falamos de um clube cinco vezes campeão europeu. O que surpreende são os resultados alcançados pela equipa sob o comando de Flick.

O Bayern chega a esta fase nove vitórias depois, sem somar qualquer derrota e só isto por si só já seria digno de nota, só que depois olhamos para os resultados...

Bayern Munique: O percurso e os números da equipa mais goleadora da Champions
Bayern Munique: O percurso e os números da equipa mais goleadora da Champions
Ver artigo

2-7, 0-6, 2-8 e por aí fora: em nove partidas o Bayern só marcou menos de três golos numa delas - frente ao Olympiacos na quarta jornada da fase de grupos. Para lá desse resultado os bávaros têm apontado sempre três ou mais golos.

Mais: em três desses jogos a equipa marcou seis ou mais golos. O primeiro a 'sofrer' com a força do Bayern foi o Tottenham, derrotado em casa por 2-7, na 2.ª jornada da fase de grupos. Seguiu-se o Estrela Vermelha, que na 5.ª jornada foi derrotado, também em casa, por 0-6. Por fim, e bem mais recentemente, foi o Barcelona a ser 'atropelado' ao perder por 2-8, no Estádio da Luz, no encontro dos quartos de final.

Tottenham 2-7 Bayern
O momento em que o apito final soou no Tottenham 2-7 Bayern, a 1 de outubro de 2019. (Photo by Glyn KIRK / IKIMAGES / AFP) créditos: AFP or licensors

Feitas as contas são 39 golos marcados em nove jogos, o que se traduz numa média de mais de quatro golos por jogo (4,33), um valor que coloca já estes bávaros no TOP 5 das equipas mais goleadoras numa época na história da Liga dos Campeões, a seis golos do recorde absoluto do Barcelona de 1999/2000, que marcou 45 golos em 16 jogos.

Apesar destes números, o Bayern olha para o jogo desta quarta-feira, como afirmou Karl-Heinz Rummenigge, presidente do clube:  "O Lyon é uma equipa que defende com o coração e que pode sempre marcar graças aos seus atacantes rápidos", disse, citado pela Agence France-Presse.

Também Boateng realça a necessidade da sua equipa não cometer erros que podem ser rapidamente punidos pelos franceses.

"Os erros podem ser punidos numa fração de segundos e podemos ficar para trás rapidamente", afirmou.

Onzes prováveis

Olympique Lyon: Anthony Lopes, Denayer, Marcelo, Marçal, Dubois, Caquet, Guimarães, Aouar, Cornet, Depay, Dembélé

Bayern Munique: Neuer, Kimmich, Boateng, Alaba, Davies, Goretzka, Thiago, Perisic, Muller, Gnabry, Lewandowski

A partida conta com a arbitragem do espanhol Antonio Maheu e joga-se no Estádio José Alvalade a partir das 20 horas. Uma partida para acompanhar AO MINUTO no SAPO Desporto

Especial Liga dos Campeões: Acompanhe todas as decisões com o SAPO Desporto! 

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.