Manchester United e Barcelona podem tornar-se hoje as primeiras equipas apuradas para as meias-finais da Liga dos Campeões de futebol, após recepção ao Chelsea e visita aos ucranianos do Shakhtar Donetsk, respectivamente.

Em Inglaterra, os “diabos vermelhos”, nos quais se inclui o português Nani, gerem a vantagem de 1-0 conseguida na deslocação a Stamford Bridge, mas os “azuis” de Londres, que contam com os lusos Bosingwa, Paulo Ferreira e Hilário nos seus quadros, ganharam da última vez que visitaram Old Trafford, há um ano.

Na segunda parte da reedição da final da “liga milionária” de 2008, em Moscovo, quando o United se impôs no desempate por penaltis, após empate a um golo, a equipa da casa vai, por seu turno, tentar manter o estatuto de invicto esta época no “Teatro dos Sonhos”, em todas as competições.

Na Donbass Arena, o Shakhtar Donetsk, estreante em fase tão adiantada, busca aquilo que só três equipas conseguiram em provas continentais: recuperar de uma desvantagem de quatro tentos na segunda mão, depois de terem sido goleados por 5-1 no Camp Nou.

Até agora, só Real Madrid, Partizan Belgrado e... Leixões o conseguiram, respectivamente na terceira eliminatória da Taça UEFA 1985/86 diante do Borussia Moenchengladbach, na segunda eliminatória da Taça UEFA 1984/85 frente ao Queens Park Rangers e na primeira ronda da Taça dos Clubes Vencedores de Taças 1961/62 face ao La Chaux-de-Fonds.

Na quarta-feira, disputam-se as restantes partidas, com o Real Madrid também a gerir a goleada imposta em casa ao Tottenham, em Londres, e o Schalke 04 a gozar da grande vantagem conseguida sobre o detentor do troféu (5-2), Inter Milão, na sua Arena, em Gelsenkirchen.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.