Um dos candidatos dos últimos anos à conquista da Liga dos Campeões joga esta terça-feira pela sua primeira presença na final da 'Prova Milionária', tendo encontro marcado com o Leipzig, mais logo no Estádio da Luz.

A equipa de Neymar e companhia procura, por fim, levantar a taça, algo que foge há anos, apesar dos sucessivos planteis de grande qualidade apresentados pelos parisienses, principalmente nos últimos anos.

Em dia de duelo decisivo, olhamos para o percurso dos franceses na competição e para os números que colocam o Paris Saint-Germain entre os quatro finalistas da Liga dos Campeões.

Fase de grupos

À primeira vista o grupo do Paris Saint-Germain não se adivinhava muito fácil para os franceses. Colocados no grupo A, os parisienses marcavam encontro com o Galatasaray, o Club Brugge e... o Real Madrid, o crónico candidato.

Apesar disso, o PSG tratou de mostrar ao que vinha desde cedo, impondo uma derrota por 3-0 na receção ao Real Madrid. Seguiram-se vitória frente a Galatasaray (1-0) e uma goleada ao Club Brugge por 5-0. Depois de mais uma vitória frente aos belgas (1-0), seguiu-se a visita ao Santiago Bernabéu onde os parisienses se viram a perder por 2-0 aos 79 minutos, graças a um 'bis de Benzema (2' e 79'). Ainda assim o PSG conseguiu somar um ponto, com os golos de Mbappé (81') e Sarabia (83') e garantia o primeiro lugar do grupo.

O conjunto de Neymar e Mbappé fechou a fase de grupos com chave de ouro, ao golear o Galatasaray por 5-0.

Classificação grupo A
créditos: SAPO Desporto

Fase final

Depois de terminar no topo do grupo A, o Paris Saint-Germain marcou encontro com o Borussia Dortmund, que tinha terminado o grupo F no segundo posto. No encontro em Dortmund, o PSG saiu derrotado por 2-1, graças a um 'bis' do fenómeno Haaland. Neymar marcou o golo parisiense.

Na segunda mão, num Parque dos Príncipes à vazio devido à COVID-19, o Paris Saint-Germain deu a volta à eliminatória, com os golos de Neymar e Bernat, ainda no primeiro tempo, a colocarem os parisienses nos quartos de final da Prova Milionária, para o êxtase de centenas de adeptos que se juntaram no exterior do estádio da equipa.

Festejos dos adeptos do PSG
A festa dos adeptos do PSG depois da vitória da equipa sobre o Dortmund, no oitavos de final. (Photo by Anne-Christine POUJOULAT / AFP) créditos: AFP or licensors

Cinco meses de suspensão do futebol europeu depois, o Paris Saint-Germain encontrou a Atalanta, no primeiro jogo dos quartos de final em Lisboa. Pasalic marcou o golo do emblema de Bergamo aos 27 minutos, numa vantagem que durou até ao minuto 90, quando a reviravolta começou: Marquinhos apontou o golo do empate aos 90' e Choupo-Moting, já aos 90+3', carimbou a passagem do PSG às meias-finais da Champions, pela primeira vez desde 1995.

Jogos recentes PSG

Especial Liga dos Campeões: Acompanhe todas as decisões com o SAPO Desporto! 

De onde vêm os golos

Com Neymar e Mbappé, o ataque deste Paris Saint-Germain não é para brincadeiras e os números comprovam-no: com 22 golos apontados nos nove jogos disputados, o PSG é a segunda equipa mais goleadora da competição, ficando apenas atrás do Bayern Munique, que soma uns estrondosos 39 golos marcados.

Destes 22 tentos apontados, só um foi marcado de fora de área, sendo que dos 21 marcados no interior da área, só um foi através de grande penalidade. Em termos da 'arma' usada para fazer golos, o PSG apontou dois golos de cabeça e divide os restantes 20 pelos dois pés: 10 marcados de pé esquerdo, 10 marcados de pé direito.

Mbappé é responsável por cinco dos golos apontados pelos parisienses, sendo o melhor marcador da equipa na prova. Com menos um golo marcado surge Mauro Icardi, o segundo melhor marcador do PSG. O pódio fica completo com Neymar, que apontou três dos 22 golos da equipa na Liga dos Campeões.

Mbappé é o melhor marcador da equipa na Liga dos Campeões.
Mbappé é o melhor marcador da equipa na Liga dos Campeões. @FRANCK FIFE / AFP

Os mais usados

Marquinhos, defesa dos parisienses, é o único jogador da equipa que soma presenças nos nove jogos da equipa na Champions, num total de 790 minutos jogados. Kimpembe, defesa, soma 720 minutos em oito jogos, o mesmo número de jogos em que Kaylor Navas, guardião da equipa, alinhou, somando 709 minutos em campo.

Top 5 dos mais usados no PSG

  1. Marquinhos | Defesa | nove jogos, 790 minutos
  2. Kimpembe | Defesa | oito jogos, 720 minutos
  3. Keylor Navas | Guarda-redes | oito jogos, 709 minutos
  4. Juan Bernat | Defesa | oito jogos, 705 minutos
  5. Thiago Silva | Defesa | sete jogos, 630 minutos

Disciplina

O Paris Saint-Germain é a 2.ª equipa que menos faltas cometeu - 107 - apenas atrás do Bayern de Munique que cometeu 103. O plantel parisiense soma 25 cartões amarelos e zero vermelhos vistos, algo que tem em comum com as restantes três finalistas da prova.

Idrissa Gueye é o jogador do PSG que mais faltas cometeu - 16, enquanto que Juan Bernat, Marco Verratti e Di Maria são os mais amarelados da equipa, com três amarelos para cada.

Especial Liga dos Campeões: Acompanhe todas as decisões com o SAPO Desporto!

Revisto o percurso e os números resta ver o do que é que este Paris Saint-Germain é capaz no duelo desta noite, frente ao Leipzig. Uma coisa é certa: um dos dois emblemas vai estrear-se na final da Liga dos Campeões.

A partida tem inicio às 20 horas, no Estádio da Luz e a equipa de arbitragem será liderada pelo holandês Björn Kuipers. Pode acompanhar a partida AO MINUTO no SAPO Desporto.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.