O presidente do FC Porto, Jorge Nuno Pinto da Costa, falou aos jornalistas no final do jogo em Liverpool, que os portistas perderam por 2-0.

Na zona mista do estádio de Anfield Road, o dirigente dos azuis e brancos falou sobre os seis jogos que faltam no campeonato português e salientou o pouco trabalho de Casillas frente aos "reds".

"O Casillas? Hoje não teve muito que fazer, esteve de folga", começou por dizer Pinto da Costa, antes de falar da luta pelo título com o Benfica.

"Temos que ganhar os seis jogos e esperar que o Benfica não ganhe todos. Também não há de ser sempre o Bruno Paixão no VAR", atirou.

O presidente portista falou ainda sobre a entrada dura de Salah sobre Danilo Pereira, considerando que o egípcio devia ter visto um cartão vermelho.

"O Danilo tem de dar graças a Deus porque isto é uma entrada para partir uma perna. Dou graças a Deus por o Danilo não ter partido uma perna. Se vou tomar alguma medida? Queremos é critérios iguais para todos. Vejam a entrada em que o Felipe viu amarelo e vejam esta sobre o Danilo. É uma sorte o Danilo não estar a caminho do hospital. É arrepiante", apontou, rematando: "Houve penálti que não foi assinalado, há um penálti de mão, outro em que o Felipe é agarrado..."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.