Após a partida no Dragão, Andrea Pirlo confessou que Álvaro Morata se sentiu mal no balneário e que apenas lançou o avançado espanhol na segunda metade (aos 63') por necessidade absoluta.

"O Matthijs De Ligt felizmente apenas teve uma câimbra. O Chiellini um problema no gémeo e o Morata, que já não estava num bom estado físico, acabou com queixas. Vamos ver. Ele não tem estado no seu melhor desde que esteve doente. Apenas jogou porque precisávamos dele. Sentiu-se mal no balneário depois do jogo, desmaiou. Ficou tonto e teve de se deitar. Não está muito bem...", disse o treinador da equipa italiana.

Quanto ao resultado no Dragão, Pirlo assumiu que o golo no início condicionou o jogo.

"Quando sofres ao primeiro minuto, um golo estranho como aquele, é normal que os jogadores percam confiança, especialmente contra uma equipa que sabe como se organizar defensivamente. O FC Porto nesse momento conseguiu levar o jogo para o que queria. Com um calendário tão preenchido, é normal que não consigas manter o foco o tempo todo, mas isto não deveria ter acontecido nuns oitavos-de-final da Champions", apontou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto